Guias de Compras

Saiba qual a melhor mídia para gravar músicas e filmes

Saiba qual a melhor mídia para gravar músicas e filmes
  • Saiba qual a melhor mídia para gravar músicas e filmes
  • Saiba qual a melhor mídia para gravar músicas e filmes
  • Saiba qual a melhor mídia para gravar músicas e filmes
  • Saiba qual a melhor mídia para gravar músicas e filmes

O mercado atual de mídias de gravação oferece ao consumidor um amplo leque de opções. Embora essa gama de modelos e tecnologias seja um avanço, ela acaba dificultando a vida do comprador que busca a mídia ideal para gravar uma música ou um vídeo. CD-R, CD-RW, DVD-RAM, DVD-R e DVD-RW são as principais mídias de gravação, mas há muitas outras, desenvolvidas para diversos usos.

Dados e áudio – São dois os principais tipos de mídia com os quais é possível gravar dados e música: CD-R (Compact Disc Recordable) e CD-RW (Compact Disc Recordable Rewritable). O primeiro permite que os dados sejam gravados somente uma vez, não sendo possível alterar ou apagar informações. Já o CD-RW permite apagas todos os dados e regravar. Mas, lembre-se que neste caso a regravação é somente possível se for feita de todo o disco e não de arquivos isolados.

Além de considerar o tipo de uso, o comprador também deve ter em mente qual capacidade e velocidade de gravação desejada, que é definida pelo gravador. No caso das mídias de gravação de áudio, a capacidade é medida em MB ou o tempo total de minutos. Por essa razão, é comum encontrar nas embalagens de CDs especificações como 650 MB/74min ou 700 MB/80 min.

Filmes e vídeos - Um disco de DVD serve tanto para gravar filmes quanto dados. As principais mídias de gravação de DVD são o DVD-RAM, o DVD-R e o DVD-RW. O DVD-RAM é encontrado nas capacidades 2,6 GB, 4,7 GB, 5,2 GB e 9,4 GB. É uma mídia regravável e geralmente vem acondicionada em uma caixa conhecida como caddy. Ela não é compatível com unidades de DVD-ROM ou DVD players convencionais. Sua maior vantagem é a possibilidade de regravação de até 100 mil vezes, cem vezes mais que o DVD-RW.

O DVD-R tem 4,7 GB de capacidade e permite que os dados sejam gravados uma única vez. A maioria dos DVD players toca esse tipo de mídia sem problemas e ela pode ser lida também em unidades DVD-RAM. Uma derivação dessa mídia é a DVD+R, que traz como principal diferença a possibilidade de acessar mais rapidamente os dados gravados.

O DVD-RW é a versão do DVD-R que permite regravação. Para usar este tipo de mídia é preciso ter um gravador DVD-RW. Esses gravadores normalmente gravam também mídias DVD-R, CD-R e CD-RW. Da mesma forma que ocorre com o DVD-R, os discos DVD-RW podem ser tocados em DVD players sem problemas. A regravação também precisa ser do disco todo e não de dados isolados.

Semelhante ao DVD-RW, há ainda o DVD+RW cuja principal vantagem está na velocidade de gravação, ligeiramente maior, e na possibilidade de uso de tecnologias como "Lossless Linking", que possibilita interromper uma gravação sem causar erros, e “Mountain Rainier”, que permite alterar dados de apenas um setor sem necessidade de formatar o disco inteiro.