Guias de Compras

Antena Parabólica: Para captar melhor seus programas

O sistema de recepção de TV por satélite é composto essencialmente por uma antena parabólica dimensionada de acordo com a potência do satélite que se pretende receber, um conversor universal conhecido por LNB (Low Noise Blockdown, ou bloqueio de baixo ruído) e um receptor analógico ou digital (Power BOX), destinado a sintonizar os canais.

Escolha o modelo

Algumas características devem ser avaliadas pelo comprador ao buscar uma antena parabólica. A primeira delas é a resistência e a durabilidade do produto. É importante levar em consideração as intempéries às quais a antena estará sujeita. Grande parte das antenas comercializadas atualmente é confeccionada em alumínio ou aço. Outro ponto que merece a atenção do comprador é a compatibilidade da antena com o receptor e as saídas de áudio e vídeo.

O comprador deve ter em mente que o tamanho da antena parabólica deve estar de acordo com a banda do satélite cujos canais são desejados. Atualmente, há satélites com a Banda Ku; Banda C; Banda Ka; Banda C e Ku; Banda Ku e Ka; Banda C; Ku e Ka. Entretanto, as principais são a Banda C e Banda Ku. No Brasil, assim como em outros países latino-americanos, a Banda C é bastante utilizada. Já na Europa, nos Estados Unidos, no Japão e no Canadá ela é muito pouco usada, uma vez que a maioria dos satélites desses locais trabalha em Banda Ku.

Comparativamente com a Banda Ku a Banda C requer a utilização de antenas parabólicas relativamente grandes. Por isso, sugere-se o uso de uma antena com a dimensão mínima de 1,8 metro. Quanto maior a dimensão da antena, melhor e mais ampla será a captação de canais. A grande vantagem da banda Ku reside no fato de permitir a utilização de antenas parabólicas de tamanho reduzido (30 cm, 60 cm, 90 cm, 1,2m e 1,8m).

Saiba quais canais deseja ter

Antes de comprar a antena parabólica é importante definir quais canais se deseja ter. Isso porque os canais desejados podem estar em diferentes satélites e posições. Caso o usuário deseje canais de diferentes satélites, ele terá que adquirir mais de uma antena. Outro ponto importante é posicionar a antena em direção ao satélite desejado. Por essa razão, na hora da compra, é importante verificar se a antena é de fácil instalação e se possui garantia em casos de defeitos.

Alguns modelos de parabólica apresentam diferenciais como sistema de gravação de canais na memória e controle remoto para melhor manuseio do aparelho. Os usuários que possuem antena parabólica podem ter acesso às vantagens do sistema digital, mas há necessidade de se utilizar um conversor digital, além do conversor de freqüência que a parabólica necessita.