MODELO: RECURSO ADMINISTRATIVO - ENERSUL - MATO GROSSO SUL

Código do anúncio: HAU4IIYSYB

11x de R$ 5,25

ou R$ 49,99 à vista

Sua compra protegida

PagSeguro: sua compra garantida ou seu dinheiro de volta.

Conheça todas as formas de pagamento aceitas.

Comprar até: 20/06/2014 23:08

Negociação: Compre já

Tipo de produto: Novo

Vendas: 7 ver compradores

Visitas: 2.577

Veja mais informações sobre o produto

Descrição

Condição do Produto: Novo

Garantia: -

MODELO DE RECURSO ADMINISTRATIVO - 2010


 

Apenas R$  49,99 (Envio grátis por email)

 


Trata-se de um modelo de RECURSO ADMINISTRATIVO, voltado para a defesa do CONSUMIDOR de energia em face de suposta autoria de fraude no medidor de energia (relógio), na via administrativa contra as CONCESSIONÁRIAS DE ENERGIA

 


Algumas das jurisprudências de nossos Tribunais que fazem parte do Recurso Administrativo, conforme mencionadas abaixo:

 


"ADMINISTRATIVO E DIREITO DO CONSUMIDOR - FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA - RELAÇÃO DE CONSUMO - INVERSÃO DO ÔNUS DA PROVA - ADULTERAÇÃO NO MEDIDOR - APURAÇÃO UNILATERAL DO DÉBITO SEM A REALIZAÇÃO DE PROVA PERICIAL - OFENSA AO DEVIDO PROCESSO LEGAL. I - Configurada a vulnerabilidade técnica dos serviços públicos de fornecimento de energia elétrica, amplamente permitida a inversão do ônus da prova nos termos do art. 6º, VIII do Código de Defesa do Consumidor. II - Não comprovado pela concessionária que a avaria existente no aparelho medidor de energia elétrica foi causada pelo usuário, não se pode imputar a este, como consumidor, responsabilidade presumida pela falha no registro da energia consumida. III - Ilegal o cálculo do débito com base no art. 72 da Resolução ANEEL nº. 456/00, se não realizada dilação específica, via devido processo legal que assegure ampla defesa e contraditório. (TJMG, Número do processo: 1.0702.04.155355-4/001, Relator: FERNANDO BOTELHO)".

 


"APELACAO CIVEL. ACAO DECLARATORIA DE INEXISTENCIA DE DEBITO. SUPOSTA FRAUDE NO MEDIDOR DE ENERGIA ELETRICA. AUSENCIA DE PROVA. 1 - não havendo nos autos prova inequívoca de que a fraude no medidor foi ocasionada pela proprietária do imóvel, ou por qualquer pessoa que nele tenha morado durante o período da aludida irregularidade, não e possível responsabilizá-la por tal ocorrência. 2 - não merece prosperar o argumento de observância da resolução n.456/00 da aneel - agencia nacional de energia elétrica, haja vista que não existe nos autos elementos irrefutáveis indicadores de que tenha sido a apelada quem realizou a evocada alteração do medidor de energia elétrica em teste-la. 3 - a ameaça de suspensão do fornecimento de energia elétrica, a fim de coagir o consumidor ao pagamento do debito originário de suposta fraude no medidor, e ato ilegal e abusivo. (TJGO, Número do processo: 141602-7/188, Relator: DR. DES. JOAO UBALDO FERREIRA)".

 


"APELACAO CIVEL. ACAO DECLARATORIA E CONDENATORIA. ENERGIA ELETRICA CONSUMIDA E NAO FUTURA. SUPOSTA FRAUDE NO RELOGIO MEDIDOR. AUSENCIA DE PROVA. PROCESSO ADMINISTRATIVO UNILATERAL. ILEGALIDADE. 1 - não deve atribuir ao consumidor a responsabilidade pela adulteração do relógio medidor de energia elétrica, imputando-lhe o dever de pagar a diferença de produto consumido e não faturado, quando o processo administrativo levado a efeito pela concessionária houver sido realizado unilateralmente, sem a necessária defesa da parte então acionada. 2 - a lisura do laudo técnico, imprescinde da participação ativa do consumidor, não sendo suficiente a mera assinatura de ciência deste acerca do resultado da perícia. 3 - não oportunizada ao consumidor a efetiva participação nos trabalhos de inspeção, torna-se inviável atribuir ao mesmo a culpa pelo suposto dano causado ao relógio medidor, ou ainda, impor-lhe e ônus de pagar qualquer diferença de energia elétrica supostamente consumida no período indicado. (TJGO, Número do processo: 141590-3/188, Relatora: DR(A). RONNIE PAES SANDRE)".

 

 

"FRAUDE. MEDIDOR DE ENERGIA ELÉTRICA. IMPUGNAÇÃO AO DÉBITO LANÇADO A TÍTULO DE RECUPERAÇÃO DE CONSUMO. não havendo provas de fraude no medidor atribuídas ao consumidor, impõe-se a desconstituição do débito e recálculo. redução da penalidade administrativa de 30%, constante da resolução 456 da ANNEL, para 2%, aplicando-se o CDC, por se tratar de relação de consumo. (TJ/RS, Número do processo: 71000514596, Relatora: DR(A). Maria José Schmitt Sant Anna)".

 


"APELAÇÃO CÍVEL - AÇÃO DE INDENIZAÇÃO - CORTE DE ENERGIA - AUSÊNCIA DE NOTIFICAÇÃO PRÉVIA - DANO MORAL CONFIGURADO - MINORAÇÃO DO QUANTUM INDENIZATÓRIO - CABIMENTO - Não há como atribuir ao Autor a culpa por um dano que não foi apurado por meio de um laudo técnico ou judicial, em observância ao devido processo legal. - Restando demonstrada a situação vexatória a que foi submetido o Apelado, é perfeitamente cabível a indenização por dano moral. O valor da indenização deve ser fixado de maneira equânime, levando-se em consideração a extensão do dano advindo do ato ilícito e o caráter repressivo da medida. (TJ/SE, APELAÇÃO CÍVEL Nº 3102/2009, 7ª VARA CíVEL, Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe, Relator: DES. OSÓRIO DE ARAUJO RAMOS FILHO, Julgado em 27/07/2009)".

 


"DIREITO DO CONSUMIDOR. CONCESSIONÁRIA DE ENERGIA ELÉTRICA. ALEGAÇÃO DE FRAUDE NO MEDIDOR. AUSÊNCIA DE PROVA. INOBSERVÂNCIA DA RESOLUÇÃO N. 456/2000. Abusivo o ato de concessionária de serviço público em atribuir a consumidor a responsabilidade por fraude em medidor de consumo de energia elétrica sem apresentar meio de prova bastante para tanto. A análise do medidor feita pela CONCESSIONÁRIA DE ENERGIA não serve de prova face à sua produção unilateral e, por óbvio, pelo interesse manifesto da parte. Inclusive, como é de conhecimento da concessionária, a Agência Nacional de Energia Elétrica expediu a Resolução n° 456/2000, determinando que a perícia técnica em medidor seja efetuada somente por órgão metrológico oficial ou órgão vinculado à segurança pública. Ausente a prova de que o medidor foi fraudado pelo consumidor, é inválido o débito arbitrado por estimativa pela concessionária, devendo, portanto, ser cancelado. (TJMG, Número do processo: 1.0011.07.016320-6/001, Relatora: MARIA ELZA)".


 

Informações úteis:


Pagamento à vista por depósito bancário / transferência: O comprador deposita o valor do produto em nossa conta bancária (Banco Bradesco) e assim que o pagamento for confirmado, o recurso é enviado para o seu email imediatamente, esta é uma das opções mais rápidas para envio..

 

PagSeguro: O comprador não poderá bloquear o pagamento estando com o produto em mãos, em hipótese alguma, por motivo nenhum a negociação será desfeita. Somente desta forma atenderemos aos usuários do PagSeguro. Caso não esteja de acordo com o acima exposto, não dê o lance!

 

Instruções para uma compra correta:

 

1 - Frete grátis, pois o recurso é enviado para o seu email imediatamente após a confirmação do pagamento, esta é uma das opções mais rápidas para envio.

 

2 - Nosso PRIMEIRO CONTATO com você será por e-mail. Após o lance de compra, aguarde que em seguida receberá um e-mail informativo com nossos dados completos, telefone, e-mail para contato e dados bancários para efetuar seu pagamento. Tenha seu cadastro atualizado, pois será através do seu e-mail cadastrado no site, que receberá nossos dados e todas as demais informações sobre sua compra.

 

3 - Não efetue compras duplicadas, para comprar 1 unidade, basta apenas 1 LANCE e seu pedido já estará registrado.

 

4 - Só de o lance caso concorde com os termos acima. O simples fato de "clicar" em comprar gera uma Comissão (Despesas de Compra), por isso é tão importante tirar todas as dúvidas antes de finalizar a compra. Em casos de dúvidas, pergunte no campo abaixo clicando em "FAZER UMA PERGUNTA AO VENDEDOR".

Informação incluida em 01/01/2011

MODELO DE RECURSO ADMINISTRATIVO - 2011

 

 

Apenas R$  49,99 (Envio grátis por email)

 

 

                     O modelo em questão trata-se de um Recurso Administrativo, visando à defesa  do consumidor na via administrativa contra as concessionárias de energia.

 

                    O recurso foi elaborado por Advogados juntamente com Engenheiros Eletricistas com larga experiência e atuação de destaque na área. E vem sendo comercializado a mais de 03 (três) anos, possuindo em grande maioria decisões favoráveis aos consumidores, conforme os comentários a respeito da qualidade do produto e da entrega realizado pelos clientes. (http://perfil.todaoferta.uol.com.br/PONTODEVENDAS).

 

                    Segue abaixo algumas das jurisprudências de nossos Tribunais que fazem parte do recurso:

 

"ADMINISTRATIVO E DIREITO DO CONSUMIDOR - FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA - RELAÇÃO DE CONSUMO - INVERSÃO DO ÔNUS DA PROVA - ADULTERAÇÃO NO MEDIDOR - APURAÇÃO UNILATERAL DO DÉBITO SEM A REALIZAÇÃO DE PROVA PERICIAL - OFENSA AO DEVIDO PROCESSO LEGAL. I - Configurada a vulnerabilidade técnica dos serviços públicos de fornecimento de energia elétrica, amplamente permitida a inversão do ônus da prova nos termos do art. 6º, VIII do Código de Defesa do Consumidor. II - Não comprovado pela concessionária que a avaria existente no aparelho medidor de energia elétrica foi causada pelo usuário, não se pode imputar a este, como consumidor, responsabilidade presumida pela falha no registro da energia consumida. III - Ilegal o cálculo do débito com base no art. 72 da Resolução ANEEL nº. 456/00, se não realizada dilação específica, via devido processo legal que assegure ampla defesa e contraditório. (TJMG, Número do processo: 1.0702.04.155355-4/001, Relator: FERNANDO BOTELHO)".

 

 

"APELACAO CIVEL. ACAO DECLARATORIA DE INEXISTENCIA DE DEBITO. SUPOSTA FRAUDE NO MEDIDOR DE ENERGIA ELETRICA. AUSENCIA DE PROVA. 1 - não havendo nos autos prova inequívoca de que a fraude no medidor foi ocasionada pela proprietária do imóvel, ou por qualquer pessoa que nele tenha morado durante o período da aludida irregularidade, não e possível responsabilizá-la por tal ocorrência. 2 - não merece prosperar o argumento de observância da resolução n.456/00 da aneel - agencia nacional de energia elétrica, haja vista que não existe nos autos elementos irrefutáveis indicadores de que tenha sido a apelada quem realizou a evocada alteração do medidor de energia elétrica em teste-la. 3 - a ameaça de suspensão do fornecimento de energia elétrica, a fim de coagir o consumidor ao pagamento do debito originário de suposta fraude no medidor, e ato ilegal e abusivo. (TJGO, Número do processo: 141602-7/188, Relator: DR. DES. JOAO UBALDO FERREIRA)".

 

 

"APELACAO CIVEL. ACAO DECLARATORIA E CONDENATORIA. ENERGIA ELETRICA CONSUMIDA E NAO FUTURA. SUPOSTA FRAUDE NO RELOGIO MEDIDOR. AUSENCIA DE PROVA. PROCESSO ADMINISTRATIVO UNILATERAL. ILEGALIDADE. 1 - não deve atribuir ao consumidor a responsabilidade pela adulteração do relógio medidor de energia elétrica, imputando-lhe o dever de pagar a diferença de produto consumido e não faturado, quando o processo administrativo levado a efeito pela concessionária houver sido realizado unilateralmente, sem a necessária defesa da parte então acionada. 2 - a lisura do laudo técnico, imprescinde da participação ativa do consumidor, não sendo suficiente a mera assinatura de ciência deste acerca do resultado da perícia. 3 - não oportunizada ao consumidor a efetiva participação nos trabalhos de inspeção, torna-se inviável atribuir ao mesmo a culpa pelo suposto dano causado ao relógio medidor, ou ainda, impor-lhe e ônus de pagar qualquer diferença de energia elétrica supostamente consumida no período indicado. (TJGO, Número do processo: 141590-3/188, Relatora: DR(A). RONNIE PAES SANDRE)".

 

 

"FRAUDE. MEDIDOR DE ENERGIA ELÉTRICA. IMPUGNAÇÃO AO DÉBITO LANÇADO A TÍTULO DE RECUPERAÇÃO DE CONSUMO. não havendo provas de fraude no medidor atribuídas ao consumidor, impõe-se a desconstituição do débito e recálculo. redução da penalidade administrativa de 30%, constante da resolução 456 da ANNEL, para 2%, aplicando-se o CDC, por se tratar de relação de consumo. (TJ/RS, Número do processo: 71000514596, Relatora: DR(A). Maria José Schmitt Sant Anna)".

 

 

"APELAÇÃO CÍVEL - AÇÃO DE INDENIZAÇÃO - CORTE DE ENERGIA - AUSÊNCIA DE NOTIFICAÇÃO PRÉVIA - DANO MORAL CONFIGURADO - MINORAÇÃO DO QUANTUM INDENIZATÓRIO - CABIMENTO - Não há como atribuir ao Autor a culpa por um dano que não foi apurado por meio de um laudo técnico ou judicial, em observância ao devido processo legal. - Restando demonstrada a situação vexatória a que foi submetido o Apelado, é perfeitamente cabível a indenização por dano moral. O valor da indenização deve ser fixado de maneira equânime, levando-se em consideração a extensão do dano advindo do ato ilícito e o caráter repressivo da medida. (TJ/SE, APELAÇÃO CÍVEL Nº 3102/2009, 7ª VARA CíVEL, Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe, Relator: DES. OSÓRIO DE ARAUJO RAMOS FILHO, Julgado em 27/07/2009)".

 

 

"DIREITO DO CONSUMIDOR. CONCESSIONÁRIA DE ENERGIA ELÉTRICA. ALEGAÇÃO DE FRAUDE NO MEDIDOR. AUSÊNCIA DE PROVA. INOBSERVÂNCIA DA RESOLUÇÃO N. 456/2000. Abusivo o ato de concessionária de serviço público em atribuir a consumidor a responsabilidade por fraude em medidor de consumo de energia elétrica sem apresentar meio de prova bastante para tanto. A análise do medidor feita pela CONCESSIONÁRIA DE ENERGIA não serve de prova face à sua produção unilateral e, por óbvio, pelo interesse manifesto da parte. Inclusive, como é de conhecimento da concessionária, a Agência Nacional de Energia Elétrica expediu a Resolução n° 456/2000, determinando que a perícia técnica em medidor seja efetuada somente por órgão metrológico oficial ou órgão vinculado à segurança pública. Ausente a prova de que o medidor foi fraudado pelo consumidor, é inválido o débito arbitrado por estimativa pela concessionária, devendo, portanto, ser cancelado. (TJMG, Número do processo: 1.0011.07.016320-6/001, Relatora: MARIA ELZA)".

 

 

Informações úteis:

 

Pagamento à vista por depósito bancário / transferência: O comprador deposita o valor do produto em nossa conta bancária (Banco Bradesco) e assim que o pagamento for confirmado, o recurso é enviado para o seu email imediatamente, esta é uma das opções mais rápidas para envio..

 

PagSeguro: O comprador não poderá bloquear o pagamento estando com o produto em mãos, em hipótese alguma, por motivo nenhum a negociação será desfeita. Somente desta forma atenderemos aos usuários do PagSeguro. Caso não esteja de acordo com o acima exposto, não dê o lance!

 

Instruções para uma compra correta:

Só de o lance caso concorde com os termos acima. O simples fato de "clicar" em comprar gera uma Comissão (Despesas de Compra), por isso é tão importante tirar todas as dúvidas antes de finalizar a compra. Em casos de dúvidas, pergunte no campo abaixo clicando em "FAZER UMA PERGUNTA AO VENDEDOR".


Topo

Formas de pagamento e envio

Este vendedor aceita pagamento por:

  • PagSeguro
  • A combinar
  • Cartão de Crédito
  • Depósito Bancário
  • Dinheiro
PagSeguroSua compra garantida
ou seu dinheiro de volta

Utilizando o PagSeguro como forma de pagamento você tem até 14 dias para pedir seu dinheiro de volta em caso de produto não recebido ou recebido com problemas. Saiba mais

Utilizando o PagSeguro você pode pagar com:

Com PagSeguro você pode parcelar no cartão de crédito:

  • à vista R$ 49,99
  • 2x R$ 25,93
  • 3x R$ 17,50
  • 4x R$ 13,28
  • 5x R$ 10,76
  • 6x R$ 9,07
  • 7x R$ 7,87
  • 8x R$ 6,97
  • 9x R$ 6,27
  • 10x R$ 5,71
  • 11x R$ 5,25

Importante: os valores acima não incluem custos de envio ou outros gastos do vendedor.

  • Frete grátis
    Envio por email grátis.

O produto encontra-se em: Uberlândia - MG

Envio por conta do: Vendedor

Envio internacional: Não

Dimensões do produto:

Peso

0,08 kg

Topo

Perguntas

OKAHARA (0) 05/03/2013 08:55:50 Denunciar

Em quanto tempo voce entrega o recurso. Exemplo: Meu prazo é amanhã se te enviar hoje voce consegue concluir?

Resposta do vendedor 29/05/2013 20:39:38

-

ADRIANA_KEIKO (0) 22/10/2012 20:52:41 Denunciar

Ah, gostaria de saber também, em que formato vem o arquivo do recurso? É um documento do word?É um arquivo em pdf? Aguardo resposta e orientação para efetuar a compra. Grata.

Resposta do vendedor 23/10/2012 10:29:01

Word

ADRIANA_KEIKO (0) 22/10/2012 20:41:23 Denunciar

Quais os passos que devo seguir? eu preciso clicar em "eu quero" que depois vcs mandam os dados bancários pra eu fazer o depósito? Aguardo resposta. Obrigada

Resposta do vendedor 23/10/2012 10:29:21

Fazer deposito bancario

ADRIANA_KEIKO (0) 19/10/2012 21:01:21 Denunciar

Então, quais os passos que devo seguir? eu preciso clicar em "eu quero" que depois vcs mandam os dados bancários pra eu fazer o depósito? Aguardo resposta. Obrigada

Resposta do vendedor 23/10/2012 10:29:35

-

ADRIANA_KEIKO (0) 18/10/2012 21:25:47 Denunciar

A indicação da energia medida não corresponde à energia consumida. Esse padrão está na casa do meu avô desde que chegou energia elétrica aqui no distrito onde eu moro, e isso já tem mais 40 anos. Nós nunca mexemos nesse relógio e ainda por cima a casa do meu avô ficou um bom tempo desabitada desde a morte dele, só voltando a ser habitada este ano. A cobrança veio em nome do meu avô, já que a conta ainda está no nome dele. Agora, minha mãe precisa fazer alguma coisa. Ela tem 30 dias para interpor recurso. Vocês podem nos ajudar?

Resposta do vendedor 19/10/2012 13:07:05

sim

ADRIANA_KEIKO (0) 18/10/2012 21:25:01 Denunciar

Olá, gostaria de saber se o recurso que vocês oferecem se enquadra no nosso caso. No final de agosto recebemos técnicos da Enersul para trocar o relógio por um digital e mudar o padrão, pois o nosso padrão era antigo de madeira e a caixa que protege o relógio estava quase caindo. O padrão é da residência do meu avô (que faleceu em 2009) e eu e a minha mãe moramos na casa ao lado, no mesmo quintal. Quando voltei do serviço os técnicos já haviam feito a troca de relógio e de padrão. Um deles me disse que havia um lacre rompido, mas que isso provavelmente seria por causa do tempo, já que o padrão era muito velho. No entanto, hoje recebemos um aviso de irregularidade, cobrando R$ 4.601,72 cuja conclusão diz que os resultados apresentados pelo medidor não estão em conformidade com a portaria INMETRO nº285 de 11/08/2008 â013 Medidor com Jumper de tensão interno da fase A aberto, impedindo o registro do consumo, provocado por agente externo. (continua)

Resposta do vendedor 19/10/2012 13:06:57

ok

JEANE6BARROS (1) 24/01/2012 12:38:00 Denunciar

Quero saber se após efetuar o pagamento o conteúdo será disponibilizado por e-mail, e se entrega no endereço informado, qual o prazo da entrega.

Resposta do vendedor 25/01/2012 10:27:00

Prezado Cliente, Confirmado o pagamento, envio imediato do recurso. Obrigado.

OLIK (0) 20/09/2011 21:38:47 Denunciar

Estou a horas tentando efetuar a compra e nao esta completando em nenhuma das formas de pagamento. o q esta ocorrendo?

Resposta do vendedor 20/09/2011 21:45:56

Vou enviar dados bancario para pagamento.

WENTON (0) 20/09/2011 20:20:10 Denunciar

Recebemos a visita de um tecnico da Ernesul para trocar o medidor por um eletronico, no ato da troca foi constatado que uma das fases estava queimada. Disseram que iriam levar o relogio velho para pericia e depois iriam retornar com parecer. Recebemos o parecer da Ernesul cobrando um valor de R$ 1.700,00 ref. a diferença de consumo, dizendo que foi constatado que o lacre da tampa de vidro L13 Falso. Conclusão do Laudo: Os resultados apresentados pelo medidor não estão em conformidade com a portaria inmetro n. 285 de 11/8/2008 Medidor com jumper de pontencial da fase B cortado por agente externo. A indicação da energia medida nao corresponde a energia consumida. Nós moramos nesta residência desde 1996 e nunca mexemos no relogio de luz. Precisamos fazer uma defesa, vcs tem como nos ajudar?

Resposta do vendedor 20/09/2011 20:54:16

Nosso recurso enquadra em seu caso. Favor efetuar a compra, para envio imediato do recurso. Obrigado.

WENTON (0) 20/09/2011 20:15:03 Denunciar

Recebemos a visita de um tecnico da Ernesul para trocar o medidor por um eletronico, no ato da troca foi constatado que uma das fases estava queimada. Disseram que iriam levar o relogio velho para pericia e depois iriam retornar com parecer. Recebemos o parecer da Ernesul cobrando um valor de R$ 1.700,00 ref. a diferença de consumo, dizendo que foi constatado que o lacre da tampa de vidro L13 Falso. Conclusão do Laudo: Os resultados apresentados pelo medidor não estão em conformidade com a portaria inmetro n. 285 de 11/8/2008 Medidor com jumper de pontencial da fase B cortado por agente externo. A indicação da energia medida nao corresponde a energia consumida. Nós moramos nesta residência desde 1996 e nunca mexemos no relogio de luz. Precisamos fazer uma defesa, vcs tem como nos ajudar?

Resposta do vendedor 20/09/2011 20:54:22

Nosso recurso enquadra em seu caso. Favor efetuar a compra, para envio imediato do recurso. Obrigado.

Topo

Compradores

Ordenar por
comprador

Ordenar por
valor da oferta

Ordenar por
oferta

CIELO6311 (0)

R$ 49,99

1

HUGO1382892822463946 (-1)

R$ 49,99

1

GARRAPETA01 (0)

R$ 49,99

1

GALEGOO27 (1)

R$ 49,99

1

ASHUASHUASHUASHUA (1)

R$ 49,99

1

HERSONCARO (0)

R$ 49,99

1

2286JOBA (1)

R$ 49,99

1

Topo

Este anúncio foi alterado pelo vendedor

09/06/2010 Mudou o preço. Preço anterior: 39,99
28/04/2010 Mudou o preço. Preço anterior: 49,50

MODELO: RECURSO ADMINISTRATIVO - ENERSUL - MATO GROSSO SUL

11x de R$ 5,25

ou R$ 49,99 à vista

Palavras mais buscadas em Diversos


 
Quero vender

É simples, fácil e rápido vender no TodaOferta!

Confira nossas vantagens:
- Anúncio grátis.
- Sem comissão sobre vendas.
- Venda Segura através do "PagSeguro".
- Diversas opções para destacar seu produto.
- Ganhe qualificações e aumente suas vendas.
- Tô Online: Chat para negociar em tempo real.
Eles vendem no TodaOferta e são um sucesso:
  • Com o aumento das vendas e os resultados positivos na empresa, pudemos investir mais no Shop59, contratando mais pessoas para nossa equipe

    Shop59
  • Aqui não tem burocracia e o valor do Destaque é baixo. Além disso, podemos conversar com os futuros compradores pelo Chat do Tô Online

    Sorocaba-Vendas
  • O atendimento do TodaOferta é ótimo, conquistamos um bom relacionamento com nosso gerente de conta, que sempre nos auxilia muito

    Shop59
  • Desistimos de outros sites de leilão para nos empenhar o máximo no Toda Oferta, o que graças a Deus foi um grande acerto

    EfigeniaRevenda
Quero comprar